24 junho 2016

Blog de volta + Resenha: Capital Revelada - Atlas Moniz

Oi, gente! Bem, depois de um mês sem postagens, o blog está de volta. Agora estou de férias, com bastante tempo e energia para postagens. Nesse mês de julho teremos postagens todos os dias, assim como resenhas e notícias. Mas antes dessa maratona começar, terminaremos o mês de junho com as tão esperadas resenhas dos autores nacionais parceiros, a quem eu peço mil desculpas por tanto tempo de espera! Problemas pessoais, resseca literária, enfim, se eu for citar todos os problemas que me impediram de postar durante este tempo, eu iria levar o dia todo. 
Para começar nossa semana de resenhas atrasadas, Capital Revelada, do autor Atlas Moniz!

P.s.: Sobre a nossa página no facebook, como eu já disse na postagem anterior, fui bloqueado por um motivo desconhecido pelo próprio facebook, ficando sem acesso à página. Por isso faremos outra em breve e divulgaremos o link para vocês!

Capital Revelada

Título: Capital Revelada
Autor: Atlas Moniz
Editora: Independente
Edição: 2016
Páginas: 240
Sinopse:
O limite do vazio, emoções tomando forma. Olhos que o encaram do negrume, o espectro de um garoto há muito morto, uma realidade oculta. Para Luiz Azevedo, universitário e historiador em formação, tudo começa com uma foto velha, presumivelmente da década de 1920, de um jovem com feições do leste asiático: um rapaz que parece sair da foto para assombrar seus dias e noites, que parece segui-lo nos melhores e piores momentos. 
Uma relação abusiva, uma tentativa de suicídio, um jovem socorrido em mais um de seus piores momentos. O tal Marcos Castelo Branco (ou Marcos Akiyama?), colega de faculdade de ascendência asiática, tem uma semelhança assustadora com o retratado na foto de oitenta anos antes. Quando Luiz e Marcos começam a se conhecer, quando seus destinos começam a se entremear, as grandes questões parecem uni-lo em um confronto contra o desconhecido: quem é o rapaz da foto e por que ele se parece com Marcos; por que ele insiste em observá-los de perto, das portas de seus quartos, parado e inexpressivo como uma estátua de mármore, morto há décadas? 
Tudo começa e termina com uma foto.

~•~

É bem difícil achar um livro nacional com o gênero presente nesse: fantasia urbana. Nunca tinha lido nada nesse estilo, mas resolvi tentar porque a capa e a premissa do livro me deixaram curiosíssimo. E acabei não me arrependendo de ter feito a parceria com o autor e de ter pego o livro pra ler. Mesmo sendo em e-book, uma coisa que eu não curto muito, a leitura foi bastante prazerosa. Os mistérios e os personagens são bem construídos. Mesmo deixando o leitor confuso em alguns muitos momentos, as peças vão juntando em nossa mente e o quebra-cabeça é desvendado sem muita dificuldade. O clima é totalmente diferente de tudo que já li, bem dark e com um clima de horror alternativo de fazer qualquer um ficar apreensivo em algumas cenas. O pano de fundo sobrenatural também me surpreendeu, a ideia do autor dos caçadores de emoções é muito boa. A narrativa gostosa e rápida faz com que o leitor crie uma certa naturalidade com o protagonista, Luiz, e com os coadjuvantes. Descobrimos suas personalidades e rotinas de uma forma maravilhosa. O ambiente carioca e os elementos culturais japoneses também caíram muito bem, além das sacadas de história ao longo da trama. A estranheza se mistura com a realidade em diversos momentos, deixando tudo ainda mais original. 
Enfim, doses de mistério, um certo romance, fantasia dark, um mundo sobrenatural bem construído e personagens bem descritos e aproveitados deixam Capital Revelada um livro imperdível para quem quer se arriscar no inimaginável. Com toda certeza, Atlas se mostrou um dos novos talentos da nossa literatura. Recomendado!

Nota final: (4 de 5)

Obs: parece que o autor excluiu seu perfil e a página do livro do facebook, então não consegui fazer contato. Atlas, se estiver lendo essa postagem e quiser fazer algum comentário, pode comentar aqui mesmo ou me mandar um e-mail (danieligorleite0@gmail.com). Obrigado pela confiança e mil desculpas pela demora enorme. Abraço!

Então é isso, gente. Espero que tenham gostado. Amanhã teremos resenha de mais um livro parceiro! Abraços :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário